Implantação de Linhas de Transmissão – EDP Energias do Brasil

Elaboração das bases cadastrais, por processos fotogramétricos e perfilamento laser além do cadastro socioeconômico da faixa de servidão da LT 230kV.

A EDP Energias do Brasil, vencedora do lote 24 do leilão 013/2015, contratou a Engefoto para a para a elaboração das bases cadastrais, por processos fotogramétricos e perfilamento laser além do cadastro socioeconômico da faixa de servidão da linha de transmissão de 230kV entre as subestações de Linhares a São Mateus II, com área total de 209,5 km².

Inovando com técnica de Posicionamento GNSS, conhecida como RTK – Real Time Kinematic, a Engefoto conseguiu otimizar o tempo de trabalho das equipes de campo e eliminar os custos de implantação de grandes marcos de concreto sinalizadores.

Todo o reconhecimento para o estudo e definição do traçado foi realizado pela cobertura fotogramétrica com GSD (Ground Sample Distance) de 15 cm e geração de ortofotos e restituição na escala 1:2.000 e perfilamento a laser aerotransportado com densidade de 4 pontos/m² para geração dos modelos 3D. Foram entregues modelos digitais MDT e MDS em formato PLSCADD para facilitar a utilização dos produtos nos softwares de projetos elétricos.

Além de fornecer a EDP Energias do Brasil todas as informações sobre o terreno, a Engefoto elaborou o Cadastro Socioeconômico das propriedades atingidas pelo empreendimento. Foram realizadas pesquisas socioeconômicas patrimoniais de cada unidade atingida, a identificação da situação fundiária, avaliação conforme as características de cada propriedade e estudo do valor médio do hectare (ha) para cálculo das porcentagens indenizatórias. Finalmente foi gerada toda documentação necessária a geração da DUP (Declaração de Utilidade Pública) para fins de desapropriação e de instituição de servidão administrativa, para implantação da linha de transmissão e suas instalações.

  • Cobertura aerofotogramétrica colorida com o tamanho do pixel no terreno (GSD – Ground Sample Distance) de 15 cm, totalizando uma área de 209 km²;
  • Cobertura aérea com a utilização de perfilador laser aerotransportado, totalizando uma área de 209 km²;
  • Apoio terrestre suplementar para obtenção de mapeamento na escala 1:2.000 de uma área de 209 km²;
  • Implantação de Rede Planialtimétrica de Referência em uma área de 209 km²;
  • Aerotriangualção de uma área de 209 km²;
  • Restituição estereofotogramétrica digital na escala 1:2.000, totalizando uma área de 209 km²;
  • Reambulação na escala 1:2.000, totalizando uma área de 209 km²;
  • Elaboração de ortofotos digitais coloridas na escala 1:2.000, totalizando uma área de 209 km²;
  • Levantamento Cadastral Socioeconômico de 226 imóveis atingidos pela faixa de servidão da linha de transmissão;
  • Elaboração da documentação necessária para requerimento da DUP – Declaração de Utilidade Pública da ANEEL, para fins de desapropriação e de instituição de servidão administrativa, para implantação da linha de transmissão e suas instalações;
  • Controle de qualidade e elaboração de produtos finais;
  • Classificação de nuvem de ponto laser conforme tabela de níveis fornecida pelo contratante e preparo para uso no PLSCADD;
  • Preparo de planta e perfil para o projeto básico.